Nutrição

Reeducação-alimentar.png

“Visamos uma nutrição inteligente e eficiente, sem restrições, sem culpa, sem negar o prazer, mas resgatando e expandindo a boa relação com a comida” – fundadora da Nutrees®

Não podemos nos esquecer que toda a restrição alimentar leva à compulsão. Sendo assim, mais do que elaborar a lista dos alimentos proibidos, precisamos rever nossas escolhas alimentares e muitas vezes reaprender novas forma para se relacionar com o alimento e ainda obter ótimos resultados.

Nada novo, mas que você ainda esteja falhando, talvez seja:

– Explorar melhor seu paladar;

– Adequar as porções de frutas, legumes e verduras;

– Ter uma ingestão suficiente de hidratação;

– Estabelecer uma rotina de horários das refeições;

– Usar e abusar da criatividade na hora do preparo;

– Planejar a rotina semanal;

– Conhecer mais sobre os ingredientes dos produtos;

– Fazer escolhas inteligentes;

– Ter disciplina e domínio próprio;

– Praticar com alegria uma atividade física regular;

– Ter boas noites de sono;

– E principalmente: encontrar prazer em tudo isso!!!

A infância é a melhor idade para se aprender sobre como ter um ESTILO DE VIDA SAUDÁVEL. Porém, em todas as fases da vida podemos aprender, mudar e colher os frutos das novas escolhas e comportamentos. Não deixe para amanhã o que pode fazer hoje. O tempo de mudar para viver mais e melhor, se chama: AGORA!!!!

Se já sabe de tudo isso mas não faz ideia de COMO ou POR ONDE COMEÇAR? Entre em contato, queremos te ajudar!

Existem profissionais especializados em encontrar SOLUÇÕES aos problemas de toda uma vida!

Escrito por Thaís Pereira
Leader Coach, Nutricionista Esportiva e Fundadora Nutrees®


sÍNDROME-mETABÓLICA.png

Organização Mundial de Saúde aponta a obesidade como um dos maiores problemas de saúde pública no mundo.

A projeção é que, em 2025, cerca de 2,3 bilhões de adultos estejam com sobrepeso; e mais de 700 milhões, obesos.

🇧🇷 No Brasil, a obesidade vem crescendo cada vez mais. Alguns levantamentos apontam que mais de 50% da população está acima do peso, ou seja, na faixa de sobrepeso e obesidade (ABESO).

📈 Em meio a estes dados, associada a obesidade, vem acrescendo também o número de pessoas diagnosticadas com Síndrome Metabólica, que representa um conjunto de fatores de risco, como o excesso de peso, excesso de tecido adiposo(gordura) visceral(Circunferência abdominal), exames bioquímicos alterados (glicemia, triglicérides, colesterol e frações, etc), podendo promover o desenvolvimento de doenças cardiovasculares e diabetes tipo 2.

👩🏻‍⚕️ Estudos e práticas clínicas, apontam que a alimentação desequilibrada em nutrientes, o excesso de estresse e o estilo de vida, como o sedentarismo, estão associados a essas doenças, e que a mudança na qualidade de vida nesses aspectos podem diminuir riscos, prevenir e em alguns caso até tratar.

🍎Na alimentação, o consumo equilibrado e balanceado de cereais integrais, frutas, vegetais e gorduras boas, auxiliam a redução dos riscos para o desenvolvimento da obesidade e síndrome metabólica.

👩🏻‍💻 O profissional Nutricionista nestes casos é o melhor indicado para desenvolver um planejamento alimentar individualizado, observando e considerando seus sinais e sintomas, análise de exames, rotina alimentar, respeitando suas atividades diárias e preferências alimentares, orientando e direcionando melhores recomendações conforme as necessidades observadas e precisas para a melhora da saúde e qualidade de vida.

🏋🏻‍♀️Um estudo realizado em 2011, por Busnello e cols, diz que além da mudança na alimentação e a prática de atividade física, a modificação comportamental e a motivação pessoal do indivíduo são importantes para obter resultados positivos também.

Alimente-se e viva ainda melhor!!! 

Escrito por Dra. Debora Bellini – Nutricionista Esportiva


Dia-Mudial-do-Cêncer.jpg

O câncer é a segunda doença que mais causa morte no mundo, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS) aproximadamente 14 milhões de novos casos são registrados por ano e essas notificações devem subir cerca de 70% nas próximas duas décadas.

Por conta disso a OMS criou em 2005 o dia Mundial de Combate ao Câncer, para que possamos levar mais informações sobre a doença para a população mundial, afim de prevenir e conscientizar.

 

Uma série de fatores pode desencadear no aparecimento da doença, como o tabagismo, o alcoolismo e o fator hereditário. Em todo caso, os profissionais da medicina concordam que o início do tratamento na fase inicial é vital para aumentar as chances de cura do paciente.

O câncer é uma doença multifatorial e um aspecto sozinho, com a dieta, não pode prevenir 100% o seu aparecimento. Existem, por exemplo, tipos de câncer associados com mutações genéticas herdadas da família que podem se desenvolver mesmo que a pessoa adote uma alimentação saudável. No entanto, um dieta rica em verduras e legumes, grãos e frutas pode ajudar a prevenir a doença de modo geral. Do mesmo modo que evitar alimentos industrializados com ingredientes cancerígenas é uma opção de prevenção.

Uma ingestão rica em alimentos de origem vegetal como frutas, legumes, verduras, cereais integrais, feijões e outras leguminosas, e pobre em alimentos ultraprocessados, como aqueles prontos para consumo ou prontos para aquecer e bebidas açucaradas, podem prevenir de 3 a 4 milhões de casos novos de câncer a cada ano no mundo.

Caso a população adotasse uma alimentação saudável e a prática de atividade física, mantendo o peso corporal adequado, aproximadamente um em cada três casos dos tipos de câncer mais comuns poderiam ser evitados. Ou seja, para cada 100 pessoas com câncer, 33 casos poderiam ser prevenidos

 

Invista na sua saúde, a prevenção é sempre o melhor caminho!

 

Artigo escrito por Dra Andréia Rodrigues
Nutricionista Esportiva – CRN3 40.349


emagrecer-sem-culpa.png

Muito falamos sobre emagrecer, ainda no começo de 2019 imagino que muitos estipularam como meta: eliminar 5, 10 ou até 20 quilos nesse ano.

Como profissionais da área da saúde sabemos que isso é extremamente possível. Não que seja fácil, mas um desafio possível que exige empenho total, dedicação e muita disciplina.

Nossa alerta a vocês é quanto as estratégias severas (restrição calórica intensa, exclusão de grupos alimentares, treinos insanos e sem orientação, suplementação de fórmulas manipuladas, termogênicos e afins que prometam a redução de gordura localizada sem esforço, dietas e mais dietas medonhas). São essas e outras mil, as tentativas de emagrecimento que prometem e promovem um resultado rápido, o que é bastante tentador pra muita gente, porém a durabilidade desse resultado é limitada.

Primeiro porque toda restrição leva a compulsão.

É isso mesmo. Nos atendimentos do consultório vemos casos e mais casos de pacientes que acabam tendo reganho de peso num período curto e nos contam de episódios repetidos de compulsão, quando restringiram alguns alimentos por muito tempo, acabam depois de atingirem seu objetivo desenvolvendo um desejo ainda maior por tais alimentos. O ranking de alimentos que estão nos episódios compulsivos são geralmente os pães quentinhos, chocolates e bolo, arroz branquinho e feijão fresco, refrigerantes e as bebidas alcoólicas.

E esse comportamento induz a pessoa a se sentir culpada. Um carga emocional que leva à tristeza, frustração, desânimo e porque não dizer, depressão. O fato da restrição severa, faz com que a pessoa se sinta culpada sempre que come algo que gosta e teoricamente “não poderia” ou “não deveria comer”, e então ela se sente na necessidade de se punir por isso, é aí que ela treina ainda mais, ou faz um jejum intencional para “eliminar as calorias ingeridas indevidamente”, come apenas salada o dia todo, se recusa a ir a eventos sociais onde tenha comida, induz vômitos e por aí vai.

Sabe de uma coisa?
Precisamos nos libertar desse tipo de prisão.

Como?
Sabendo que é possível emagrecer comendo tudo o que gosto, estando e fazendo parte dos eventos sociais, é possível emagrecer nas férias, em viagens ou mesmo em longas jornadas de trabalho.

Qual o segredo para emagrecer sem culpa?
Aprenda dobre o poder dos alimentos e gerencie suas emoções.

Veja nossas dicas para te ajudar nesse processo:

1) Faça terapia para conhecer mais sobre si, sobre seus pensamentos que geram sentimentos e te levam à ter comportamentos indesejáveis.

2) Faça acompanhamento com um Nutricionista para reeducar seus hábitos alimentares e junto dele criar estratégias funcionais para solucionar seus problemas se ter um estilo de vida saudável e aprender a se alimentar de uma forma inteligente.

3) Não se culpe, não se puna! Mas identifique suas falhas e redirecione seu olhar não para o “problema” e sim para a “solução” deles. Lembre-se que o dia tem apenas 24 horas, se hoje você falhou em alguma coisa, está tudo bem, tem todas as próximas 24h para acertar um pouco mais.

4) Esquece a ideia de uma vida perfeita longe de tudo o que “faz mal”, não existe alimento lixo, não existe o dia do lixo… sempre estamos e estaremos expostos a todos os tipos de alimentos, cabe a nós a escolha da quantidade e da frequência que iremos ou não realizar tal refeição.

5) Um único alimento nunca te engordará, e sim o seu ESTILO DE VIDA, a forma com que se alimenta, a forma com que lida emocionalmente com a vida, o quanto investe em prevenção e não menos importante, sua prática regular de atividade física.

6) Emagrecer é possível. Mas deve ser um mérito do seu empenho e não jamais de drogas indutoras de resultados, o melhor é pagar o preço e conquistar a vida que deseja obter!

7) Acredite em você! Acredite que é capaz de mudar dua vida e então, será!!

Dra. Thaís Pereira – CRN3 29.532
Leader Coach e Nutricionista Esportiva


Sobre a Nutrees

Somos uma Clínica que oferece um ambiente acolhedor, convidativo e humanizado para todos que buscam experiências agradáveis, conhecimento transformador e soluções realistas no Emagrecimento, Saúde, Bem Estar & Performance.

Praça Visc. de Souza Fontes, 102 – Parque da Mooca, São Paulo – SP, 03127-010
Tel: (11) 2021-6148 ou (11) 98429-5280 (whatsapp)

Youtube